Melaleuca, pra quê mesmo?! – be.OIL

INFORME O CÓDIGO "FRETEZERO" ACIMA DE R$199

Melaleuca, pra quê mesmo?!

O óleo essencial de Melaleuca ou Tea tree é um dos mais conhecidos no mundo dos produtos naturais. Possui ação antimicrobiana, antibacteriana e antifúngica!

E o que é a Melaleuca?

É um arbusto pertencente ao gênero Melaleuca, também conhecido como “mirto-de-mel”. É muito apreciado e seu uso difundido principalmente na Austrália, onde suas propriedades são muito conhecidas. Da árvore-do-chá extrai-se um óleo muito aromático e antisséptico, que se comercializa de diferentes formas, sobretudo como loção para primeiras curas. O óleo de Melaleuca ou Tea Tree funciona como um ótimo agente antibacteriano e antifúngico e como estimulador das defesas do nosso organismo. Muito embora fosse usado pelos australianos desde os tempos mais remotos, este óleo natural só foi registrado oficialmente na década de 1920, quando as diversos estudos efetuados revelaram enorme eficácia deste óleo. Seu uso foi muito difundido no decorrer da Segunda Guerra Mundial, quando os soldados australianos usavam o óleo de Melaleuca como desinfetante. Se usado de forma correta os inúmeros benefícios para as mais diversas finalidades provocados pelo uso de produtos feitos à base do Óleo de Melaleuca  podem ser percebidos após apenas alguns dias de uso.

O óleo de Melaleuca tem uma série de indicações:

* Acnes; * Inflamações cutâneas diversas; * Queimaduras e bolhas; * Micoses nas unhas; * Feridas infeccionadas; * Picada de insetos; * Psoríase, abscessos; * Erupções cutâneas; * Pé-de-atleta; * Vesículas; * Esfolados; * Frieiras; * Calos; * Furúnculos; * Pele oleosa; * Manchas; * Verrugas; * Urticária; * Cortes e machucados.

Então, que tal algumas receitinhas? Olha só as sugestões da nossa parceira bySamia e incluia hoje mesmo o óleo essencial de Melaleuca na sua vida!!

Para as unhas, o principal benefício da melaleuca é o seu efeito fungicida. Ela age em todas as infecções, reduzindo a multiplicação de fungos. As propriedades antifúngicas, antibacterianas e antimicrobianas do óleo garantem unhas lisas e sem manchas. Ele ainda colabora na regeneração de unhas deformadas. Como emoliente de cutículas utilize o óleo essencial de Tea Tree para deixar as cutículas mais macias, em massagens. 

Para micose de unha, (onicomicose); pingue 1 gota de Melaleuca em cada unha e massageie suavemente. Para a assepsia dos pés, pingue 1 gota do mesmo óleo em uma bolinha de algodão e massageie os pés.

O pé de atleta é uma micose contagiosa que também pode se propagar para as unhas e para as mãos. Os sintomas incluem descamação, rachaduras, bolhas e vermelhidão. Os medicamentos antissépticos são considerados o tratamento padrão para o pé de atleta. Os estudos, no entanto, sugerem que o óleo de Melaleuca pode ser uma alternativa eficaz para aliviar os sintomas.

Para evitar micoses, você pode desinfetar o material de manicure com óleo de melaleuca. Para tratar micoses nas unhas, dilua 5 gotas de Melaleuca em 5 ml de óleo vegetal de copaíba e aplique na forma de curativo sobre a micose, ou pode ser usado puro, sobre a unha – aproveite para passá-lo nas unhas próximas, de forma que a micose não se transfira de uma unha para outra.

As infecções nas unhas causadas por fungos também são muito comuns. Ainda que não sejam perigosas, podem causar incômodos estéticos. Há evidências que o óleo de Melaleuca ajuda a acabar com os fungos nas unhas quando usado sozinho ou também em combinação com outros medicamentos naturais. Para combater fungos nas unhas, aplicar o ativo natural puro. Para frieiras, acrescentar 2-3 gotas de Melaleuca em um óleo vegetal ou hidratante corporal e aplicar pelo menos uma vez ao dia. Outra solução é deixar os pés descansando em solução diluída com água morna em torno de 20 minutos por dia, até desaparecerem os sintomas.

Para hidratar e fortalecer unhas e cutículas, faça a seguinte mistura: 3 gotas de óleo de Melaleuca + 3 gotas de óleo de gergelim e 1/2 xícara de água morna. Misture tudo e massageie bem sobre as unhas e cutículas para hidratar e fortalecer. Repita de duas a três vezes por semana.

Para Acne Um estudo publicado no Medical Journal of Australia registrou que uma solução de 5% de óleo de Melaleuca trata acne tão bem quanto a mesma quantidade de peróxido de benzoíla (o mais usado nos tratamentos anti espinhas convencionais). Contudo, diferente dos outros, o óleo não faz a descamação da pele. Segue abaixo 3 formas de aplicação:

1. Dilua 2 gotas de Melaleuca em gel neutro para aplicação no rosto após a limpeza e aplique a solução com um algodão diretamente na espinha.
2. Misturado com o óleo essencial de lavanda. A cada 3 gotas, coloque 1 gota de óleo de Melaleuca. Assim você poderá aplicar diretamente na pele com um cotonete.
3. Para prevenção, pode-se adicionar até 4 gotas no sabonete de uso diário para limpeza facial.
4.Faça uma máscara utilizando 2 colheres de sopa de Argila + 4 colheres de sopa de água mineral e 2 gotas de óleo essencial Melaleuca ou, então, a mesma quantidade de Argila com 4 colheres de sopa de hidrolato de Tea Tree. Deixe que a máscara seque naturalmente sobre a pele. Essa máscara deve ser utilizada em adolescentes. Mulheres com ovários policísticos podem acrescentar uma gota de óleo essencial de Gerânio, que é o estrógeno natural e combate o problema.

Para Psoríase: Essa é uma doença autoimune caracterizada por pele vermelha, coceira e descamação. A psoríase é uma doença de pele que não tem cura. O óleo de Melaleuca contém compostos anti-inflamatórios e possui poderosas propriedades cicatrizantes que auxiliam no sistema imunológico (possível causador da doença). De acordo com evidências científicas, podem ser úteis para aliviar os sintomas da psoríase.

É recomendada a imersão de todo o corpo em uma banheira cheia com uma colher de chá de óleo essencial de Melaleuca misturado em sal rosa do Himalaia. Desinfeta e acalma a pele como um todo. Outra opção é a aplicação na área afetada, sempre diluindo-o (2 ou 3 gotas) em uma colher de óleo vegetal.

Para Verrugas: Pode ser aplicada toda noite 1 gota de Melaleuca sobre a verruga e tampe com uma gaze. De manhã, remova a gaze e deixe descansar durante o dia. A duração do processo depende da condição da verruga.

Para Pré+Pós-barba ou depilação: Essa dica é maravilhosa e garante um barbear sem infecção. Pingue algumas gotinhas de óleo de Melaleuca na lâmina antes de usá-la. Depois de remover os pelos, seja com lâmina ou cera, misture três gotas do produto com uma colher de sopa de gel de aloe vera e passe sobre a área recém-depilada para evitar irritações.

Para a foliculite (pêlo encravado): esfolie o corpo antes da depilação com Melaleuca; você pode utilizar um gel esfoliante neutro e acrescentar 2 gotas do óleo essencial. Os homens também devem usar o produto antes de fazer a barba para cicatrizar a pele e evitar pêlos encravados.

Para candidíase e cistite Faça um banho de assento com 1 litro de água morna e 7 a 10 gotas de óleo essencial de Melaleuca uma vez por semana. Para usar diariamente, até o problema desaparecer, coloque 1 gota de Melaleuca em um absorvente tipo Carefree ou mesmo no absorvente intra-uterino (OB), mesmo quando estiver menstruada. Vale mais uma dica: não fique com maiôs ou biquínis molhados, isto piora o problema ou o faz surgir em quem não o tem.

Para herpes simples: Aplique 1 gota de Melaleuca sobre o local do herpes (o problema aparece com frequência nos lábios e nariz) 2x/dia. Você verá o problema desaparecer.

 Para tratar o mau-cheiro: lave os pés e borrife hidrolato de Melaleuca diariamente antes de se calçar. Você também deve limpar os calçados diariamente, deixá-los arejar e colocar uma bolinha de algodão com 1 gota de óleo essencial de Tea Tree dentro de cada pé antes de guardá-los. O problema certamente será controlado.

Para hiperidrose (o suor excessivo dos pés): preparar a seguinte receita: 200 ml de hidrolato de Melaleuca com 75 gotas de óleo essencial de Cedro (Cedarwood). Use a mistura como explicado acima e siga o mesmo procedimento para guardar os calçados.

Para tratamento do couro cabeludo com caspa ou seborréia: faça uma esfoliação do couro cabeludo utilizando 1 colher de sopa de Argila com 2 colheres de sopa de água mineral e 5 gotas de óleo essencial de Tea Tree. Divida o cabelo em mechas, esfoliando todo o couro cabeludo. Cubra a cabeça com papel alumínio por 20 minutos e, depois, retire tudo com água morna ou fria. Faça o procedimento 2x por semana. Este preparo ressecará o couro cabeludo, portanto, será necessário hidratá-lo.

Para Hidratação nos cabelos com couro cabeludo com caspa ou seborréia: prepare uma máscara capilar com 1 colher de sopa de óleo vegetal de Copaíba e 2 gotas de Melaleuca. Essa máscara deve ser utilizada após a retirada da anterior, de argila. Massageie todo o cabelo, da raiz às pontas, com o preparo, e deixe-o descansando por 20 minutos. Depois, lave-o normalmente com shampoo. Não é necessário pôr touca elétrica, mas pode-se usar toalha quente.

 Para aliviar dores de dente e de garganta: misture, em 1 copo de água, 2 gotas de óleo essencial de Tea Tree e faça bochechos para dores de dente ou gargarejos para aliviar dores de garganta.

Para assaduras de bebês: misture 2 gotas de óleo essencial de Melaleuca em 1 colher de sopa de óleo vegetal de Amêndoas Doces ou Calêndula e passe na pele do bebê contra assaduras.

E na limpeza..... MELALEUCA É SENSACIONAL!!!!

Tem uma dica bacana com o óleo essencial de Melaleuca que deu super certo? Então compartilha!! Nos mande email (contato@beoil.com.br) e ajudamos a divulgar.

Quais cuidados durante o uso do óleo essencial de Melaleuca?

O recomendado a pacientes com peles sensíveis é, antes de usar, testar em uma área pequena do corpo. Caso contrário, se usado diretamente na pele ou em cosméticos com grandes concentrações, o óleo pode desencadear um quadro de dermatite de contato, ou seja, alergia.Também é importante sempre informar seu médico se estiver usando algum outro produto alternativo ou se estiver pensando em combinar o óleo com o seu tratamento médico convencional.

Os óleos essenciais em geral são super concentrados, por isso, deve-se sempre fazer uso de pequenas gotas. Com exceção de aplicações muito específicas, deve diluir o óleo essencial em óleo carreador – óleo vegetal ou outro de sua escolha (gel, creme, argila, loção entre outras).

| FONTES |

Compartilhe a be.OIL

Compartilhe a be.OIL